Parece impossível mas não é, o Android pode rodar jogos de uma série de consoles retrô “magicamente” em um mesmo programa. Conheça agora o Retroarch e como organizar a bagunça dentro dele, neste que é o primeiro tutorial em vídeo do site!

Desculpem pela falta de ensaio e organização, e pelo áudio meio vacilante, fiz em um só take mesmo! 😅 O Retroarch, apesar de muito útil, é meio confuso mesmo, e nem sempre se comporta como a gente espera: eu me virando ao vivo com o app mostra bem isso.

O vídeo cobre as questões mais difíceis para mim, mas ainda tem algumas dicas e informações adicionais que posso adicionar aqui. Lembre-se, eu não sou nenhum especialista, isso tudo é baseado na minha experiência e (falta de) conhecimento.

Dicas diversas

  • O Retroarch reconhece roms zipados, mas não reconhece rar, 7zip e outras formas de compactação.
  • Muitos roms não abrem por serem de baixa qualidade ou versões que os núcleos não reconhecem. Se um rom não abre, considere baixá-lo novamente de outro lugar ou outra versão (especialmente no caso dos arcades).
  • Se nenhum rom abre com um certo núcleo, considere baixar outro núcleo do mesmo sistema. Núcleos diferentes servem propósitos diferentes, alguns extremamente específicos.
  • Se um rom abre mas o jogo fica muito lento, o problema pode ser o núcleo (você pode testar o mesmo rom com outro núcleo) ou suas configurações (você pode testar alterar as configurações de latência) ou seu aparelho (você pode testar em outro aparelho). Aparelhos com processadores muito fracos não rodarão jogos muito intensos.
  • Para rodar jogos de Neo Geo, é necessário baixar a BIOS do Neo Geo (é um arquivo neogeo.zip) e colocar nas pastas onde estão os jogos de Neo Geo ou Mame/Neo Geo. Se isso não funcionar, copie o neogeo.zip também para a pasta de sistema do Retroarch. Essa pasta por padrão fica dentro de seu armazenamento interno, em Retroarch/system. Se você não encontrá-la, o caminho completo da pasta aparece em Configurações > Diretório > Sistema/BIOS.
  • O arcade costuma ser o mais complicado de emular. Os ROMs têm muitas versões que simplesmente não são compatíveis, até que você acha uma versão boa. Jogos 2D até 96 ou 97 costumam funcionar bem (Shadow Over Mystara, Marvel vs Capcom). ROMs nativos de CPS1 e CPS2 funcionam particularmente bem com o núcleo FB Alpha 2012 (por exemplo, a única versão do King of Dragons que funcionou aqui foi a do CPS1). ROMs 2D nativos de Neo Geo eu consegui rodar até jogos dos anos 2000, dependendo.
  • Jogos 3D são sempre bem difíceis de rodar (Tekken e Virtua Fighter por exemplo). Isso não é só no Retroarch, eu nunca vi isso funcionar bem em emulador nenhum. A exceção no meu aparelho são os jogos de Nintendo 64, que funcionam muito bem aparentemente (embora eu só tenha testado Mario Kart e o Ocarina of Time).

Melhores emuladores/núcleos no Retroarch para Android

Os sistemas que eu mais uso no Retroarch são o Arcade/MAME, SNES e o Genesis. Eu testei muitos ROMs destes sistemas, e os meus núcleos favoritos são:

  • Arcade (FB Alpha 2012)
  • Arcade (FB Alpha 2012 Neo Geo)
  • Nintendo – NES / Famicom (bnes)
  • Nintendo – Nintendo 64 (Mupen64Plus-Next)
  • Nintendo – SNES / Famicom (Snes9x)
  • Sega – MS/GG/MD/CD (Genesis Plus GX)

Os núcleos disponíveis são muitos, não tenha medo de testar! Lembre-se que em aparelhos diferentes a compatibilidade com cada hardware varia muito.


Contribua (se quiser)

MelSe você curte meus tutoriais e se estiver a fim, pode me comprar uma fralda. Calma, eu explico. Esta gordinha aí na foto é a minha filha Melissa. Ela está completando dois anos em setembro/2019, adora brincar, passear e... sujar fraldas. Centenas delas. Se você quiser gentilmente contribuir, escolha a que você prefere nos presentear clicando abaixo. A doação é através do MercadoPago. Obrigado! 😉
Doe 24 fraldas para a Mel pelo MercadoPago! Doe 66 fraldas para a Mel pelo MercadoPago!
Doe Lenços Umedecidos (R$8) Doe 24 fraldas (R$19) Doe 66 fraldas (R$45)

Written by RafaelLVX

Publicitário portoalegrense, super-herói e, agora, autor de um novo RPG nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *